BUSCAS FREQUENTES:

29/05/2019; Publicado às 18:59

BTG Pactual cria unidade digital de varejo

O BTG Pactual (BPAC11), maior Banco de investimentos da América Latina e o terceiro maior Banco privado brasileiro, anuncia a criação de uma unidade full service de varejo que consolida suas iniciativas digitais nesse segmento. A unidade será liderada pelo sócio sênior do BTG Pactual Amos Genish, empreendedor bem sucedido, amplamente reconhecido pela sua experiência em tecnologia e inovação.

O objetivo da unidade é oferecer aos consumidores e empreendedores uma experiência bancária inovadora, transparente e completa. Isso engloba soluções de investimentos, conta corrente e banco transacional, serviços financeiros a PMEs, serviços bancários de crédito ao consumidor e plataforma de seguros e previdência. Essa oferta será feita por meio do BTG Pactual digital e também das participações no Banco Pan, Too Seguros e na BIT Pagg e BIT Seguros. A nova área englobará análise de dados, marketing de performance e user experience por meio de serviços prestados pela Decode. Sob o guarda-chuva da nova área, estará também o boostLAB, a potencializadora de scale-ups e originadora de negócios para o BTG Pactual dentro do ecossistema digital.

“Nosso foco é superar expectativas e oferecer a melhor experiência para o consumidor, e Amos Genish tem uma expertise única como empreendedor na área de tecnologia e varejo. Estamos colhendo os frutos do nosso grande investimento em tecnologia ao longo dos últimos anos em todas as áreas do Banco e, agora, vamos expandir nossa oferta de produtos e serviços para todos os segmentos do varejo”, afirma Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual.

Amos Genish aponta as transformações no comportamento do consumidor e ambiente de negócios favorável como fatores que o motivam em sua nova missão. “É estimulante voltar a empreender no Brasil com o BTG Pactual, pois temos uma oportunidade extraordinária de oferecer produtos bancários com mais simplicidade, conveniência, custos mais baixos e melhor experiência para o cliente”, diz Genish.


POTENCIAL OFERTA PÚBLICA

O Banco e a BTG Pactual Holding S.A. anunciou também ter a intenção de realizar uma oferta pública secundária de distribuição de Units BPAC11 do BTG Pactual envolvendo ao menos R$ 2 bilhões. Como consequência da oferta, espera-se obter um aumento no free float do Banco e na liquidez das Units negociadas na B3.


PEDIDO DE ADESÃO AO NÍVEL 2

O Banco solicitou à B3 a adesão ao segmento especial de listagem Nível 2 de Governança Corporativa, de modo a reafirmar o seu compromisso com a contínua melhoria de governança e alinhamento às melhores práticas do mercado. 

Conforme determinado pela B3, a adesão ao Nível 2 está condicionada à  conclusão da oferta pública e à manutenção em livre circulação de Units representativas de, no mínimo, 21% de seu capital social.


TRANSFERÊNCIA DE PARTICIPAÇÃO NO EFG

O Banco tem a intenção de transferir aproximadamente 25% do capital social do EFG International AG, instituição financeira suíça, para a BTG Pactual Holding. Após essa transferência, o Banco permanecerá com cerca de 5% do capital social do EFG. A transação está sujeita às aprovações regulatórias aplicáveis, que se darão em duas etapas. 

A transação pretendida permitirá uma percepção mais clara da performance dos negócios do BTG Pactual, bem como um substancial aumento dos índices de capital regulatório do Banco, o que permitirá que se beneficie mais das significativas oportunidades de crescimento de seus principais negócios nos mercados da América Latina.

Leia mais