BUSCAS FREQUENTES:

Programa BTG Pactual de Integridade

Ao longo de seus quase 35 anos de existência, o Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) vem continuamente aprimorando seu modelo de partnership e processos de governança corporativa, com o objetivo de estabelecer e manter o mais alto padrão de comportamento ético e profissional a ser observado por todos os nossos colaboradores (incluindo membros do Conselho de Administração, diretores, sócios, empregados permanentes e temporários, estagiários, consultores e  contratados), sempre que interagirem entre si, com Clientes, com Contrapartes e com quaisquer terceiros relacionados ao BTG Pactual.

Em 2016, Nelson Jobim juntou-se ao BTG Pactual como responsável por Relações Institucionais e Políticas de Compliance. Com isso, as funções do Jurídico e do Compliance foram segregadas em duas áreas distintas, e Mariana Cardoso, sócia do BTG Pactual, passou a ser a nova Diretora de Compliance (Global Chief Compliance Officer), bem como Diretora responsável por Prevenção a Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo (“PLD/FT”). 

Criamos também o Comitê de Compliance, do qual participo e que responde diretamente ao Conselho de Administração do BTG Pactual, tendo por objetivo assessorá-lo no desempenho de suas atribuições relacionadas à adoção de estratégias, políticas e medidas voltadas à difusão da cultura de Compliance, mitigação de riscos e conformidade às normas aplicáveis ao BTG Pactual. 

Todos os assuntos de Compliance, incluindo de PLD/FT passam a ser discutidos no âmbito do Comitê de Compliance, que se reúne mensalmente e sempre que necessário, possuindo as como atribuições principais:


Formular as estratégias de gestão de Risco de Compliance supervisionando o desenvolvimento e a implementação do programa;

Examinar situações que exponham o Grupo a Riscos de Compliance; 

Examinar a proposta de orçamento anual da área de Compliance; 

Aprovar o plano anual de trabalho;

Receber e analisar os relatórios trimestrais de Compliance, bem como os emitidos pelos Órgãos Reguladores e Auditorias Interna e Externa; 

Aprovar e disseminar as políticas globais de Compliance;

Promover investigações em relação a denúncias envolvendo conselheiros e/ou diretores da Instituição;

Analisar outras matérias relacionadas à área, conforme delegadas pelo Conselho de Administração; e

Posicionar o Conselho de Administração sobre as atividades do Comitê.


São membros permanentes do Comitê de Compliance:
Marcelo Kalim – Presidente do Conselho de Administração 

Roberto Sallouti – Presidente do Grupo BTG Pactual e membro do Conselho de Administração.

Nelson Jobim – Diretor de Relações Institucionais e Políticas de Compliance e membro do Conselho de Administração.

Claudio Galeazzi – Membro independente do Conselho de Administração.

Mariana Cardoso – Diretora de Compliance e PLD/FT.

Bruno Duque – Diretor Jurídico.

Convidados permanentes e eventuais (conforme o tema) também participam do Comitê.

Contamos com uma área dedica a Compliance, que assessora o Conselho de Administração e o Comitê de Compliance na implementação do nosso Programa de Integridade, com foco nos seguintes princípios:
I. Envolvimento da lta direção, incluindo o Conselho de Administração.
II. Diretrizes de Conduta com público interno: Código de Ética/Conduta e Políticas de Compliance.
III. Diretrizes de Conduta com público externo: Normas de integridade para Terceiros: fornecedores, prestados de serviços, parceiros de negócios, agentes intermediários etc.
IV. Educação e Comunicação: Treinamentos e ações de comunicação periódicos.
V. Análise de Riscos: Diretrizes e práticas de gestão de riscos corporativos.
VI. Registros Contábeis: A qualidade do sistema de contabilidade e escrituração fiscal.
VII. Controles Internos: A qualidade do monitoramento do cumprimento das diretrizes e práticas.
VIII. Práticas de Combate a Atos Ilícitos: A qualidade das práticas específicas de prevenção e combate a ilícitos no âmbito das atividades, operações e negócios da empresa.
IX. Gestão do Programa de Compliance: Estrutura de gestão e recursos destinados ao Programa.
X. Canal de Denúncias: Qualidade do Canal e de seus processos.
XI. Medidas Disciplinares: Qualidade, tempestividade, universalidade e imparcialidade da aplicação de sanções disciplinares.
XII. Práticas de Contenção de Irregularidades ou Infrações Detectadas: Práticas de interrupção de irregularidades e infrações detectados e da remediação dos danos gerados.

XIII. Política para a Contratação de Intermediários com a Administração Pública: Diretrizes e Práticas de contratação e monitoramento de Terceiros.
XIV. Due Diligences – M&A e Terceiros: Qualidade das diligências em processos de fusões, aquisições, reestruturações societárias e relações com Terceiros.
XV. Monitoramento do Programa de Compliance: Qualidade dos processos de avaliação e aprimoramento continuado do Programa de Compliance.
XVI. Política de Contribuições para Agentes Políticos: A transparência da empresa quanto a doações e apoios para candidatos e partidos políticos.

Todas as políticas globais do BTG Pactual estão disponíveis aos nossos colaboradores através da intranet, em português, inglês e espanhol. Nossos colaboradores recebem treinamento (eletrônico e/ou presencial) e assinam termos de ciência em relação ao Código de Princípios de Negócios e Ética, ao Manual de Compliance e às principais políticas internas.

O BTG Pactual incentiva seus colaboradores, bem como quaisquer terceiros, a denunciar qualquer atitude ou suspeita de ação criminosa e/ou fraudulenta de que tenham conhecimento. Para tanto, oferecemos canais diretos, seguros,, confidenciais e independentes. Os canais de denúncias internos e externos podem ser utilizados por qualquer pessoa sem a obrigação de se identificar. Relatórios anônimos recebem a mesma importância e são tratados da mesma maneira que os de origem identificada. Denunciantes de boa fé são protegidos pelo BTG Pactual, sendo qualquer tipo de retaliação terminantemente proibida.

Nosso compromisso com o aprimoramento contínuo dos processos de governança corporativa e do modelo de partnership nos trazem a certeza de que continuaremos a atingir nossos objetivos comerciais, preservando e valorizando a imagem e a reputação do BTG Pactual. Aplicando os princípios de nosso Programa de Integridade às nossas ações diárias, garantimos o sucesso e a sustentabilidade de um dos maiores bancos de Investimentos da América Latina. 

Roberto Sallouti
CEO


Governança

Além de seguir os mais altos padrões éticos e rígidas políticas internas de Compliance, nós também aderimos a padrões internacionais de procedimentos de governança.


Cooperamos proativamente com autoridades e reguladores para alcançar e manter um padrão favorável de risco, administração, respeito e transparência;

Revisamos as nossas políticas e procedimentos periodicamente, e oferecemos treinamentos para os nossos colaboradores que refletem exigências legais e regulatórias;

Realizamos os procedimentos de diligência e monitoramento necessários (“Conheça Seu Cliente”);

Seguimos as melhores práticas do mercado financeiro, aderindo as leis e regulamentações the todas a jurisdições em que atua.


Por favor consulte nosso Código de Princípios de Negócios & Ética.


Programa de integridade - BTG Pactual


Desde o ano passado, o BTG Pactual vem reorganizando sua estrutura de Conformidade. Nelson Jobim se juntou ao Grupo como parceiro responsável pelas Relações Institucionais e Políticas de Compliance e Mariana Cardoso, sócia da BTG Pactual, foi nomeada como nova Chief Compliance Officer (CCO) - segregando as funções Legal e Compliance em duas áreas distintas. O Conselho de Administração também estabeleceu um Comitê de Compliance que reporta diretamente ao Conselho de Administração ("Conselho") para garantir que o BTG Pactual tenha uma estrutura de última geração para Compliance. O novo Comitê de Compliance auxilia o Conselho na supervisão da exposição e gestão do risco de reputação e reputação do BTG Pactual. O Comitê de Compliance é composto por pelo menos dois membros do Conselho de Administração, o General Council, o Diretor Global de Compliance e o CEO.

O time Global de Compliance é dividido em três subareas: 

Policies & Standards/ Processos Regulatórios; 

Prevenção à Lavagem de Dinheiro (AML); e

 Surveillance & Control Room. 

Também temos equipes locais de Compliance em: EUA, Reino Unido, Luxemburgo, México, Colômbia e Chile.

Como parte da reorganização, estamos desenvolvendo um novo programa de Compliance chamado Programa de Integridade – BTG Pactual. Nós sempre tivemos um compromisso permanente para conduzir nossos negócios com ética, combater fraudes, corrupção e lavagem de dinheiro e esse compromisso sempre orientou nossas atividades do dia-a-dia. Nesse sentido, um programa de Compliance  robusto, o Programa de Integridade – BTG Pactual, alinhado com as melhores práticas, permitirá ao BTG Pactual Financial Group estabelecer mecanismos para prevenir, detectar e corrigir qualquer atividade que não esteja em conformidade com o Código de Princípios Comerciais da Empresa e Ética ("Código de B & E").

Um forte programa de Compliance é essencial para assegurar o crescimento sustentável de nossos negócios. Contamos com o seu pleno apoio e adesão.

Conhecimento profundo da regulamentação de Compliance global





Canal de Denúncias

Canal seguro e direto para que os membros da equipe e / ou terceiros informem o conhecimento ou suspeita de qualquer violação de leis, regras ou regulamentos relacionados aos negócios ou atividades internas do BTG Pactual (por exemplo: fraude, corrupção, lavagem de dinheiro, conduta imprópria e / ou não ética Discriminação, assédio sexual, etc.). Constitui uma importante ferramenta de detecção, fornecendo uma valiosa contribuição para a aplicação e cumprimento das leis, regras e regulamentos. Distintos canais serão fornecidos para o mesmo propósito para serem usados pelo público em geral.

Formulário eletrônico do Canal de Denúncias (acesse aqui)

Linha direta para o Canal de Denúncias  +55 (21) 3262-4258 e +55 (11) 3383-4258

E-mail to OL-whistleblowing@btgpactual.com


Compliance Risk Escalation

O grupo BTG Pactual tem um processo para monitorar, classificar e resolver qualquer problema de Compliance ou violação de políticas cometidas por qualquer colaborador. Nestes casos, o funcionário receberá uma carta de educação ou repreensão, de acordo com a classificação de risco da violação.

Anti-bribery and Anti-corruption

Lavagem de dinheiro é crime e pode ser definida como o resultado de fazer com que o faturamento com atividades criminosas pareça ter vindo de atividades e negócios legítimos. Considera-se crime na maioria das jurisdições o ato de facilitar atividades de lavagem de dinheiro e/ou negligenciar/deliberadamente não detectar/reportar atividades suspeitas às autoridades competentes.

Colaboradores não devem, conscientemente, iniciar ou participar de qualquer esquema de lavagem de dinheiro. Qualquer Colaborador será considerado participante de tal esquema se for evidente que ele/ela sabia ou deveria saber da atividade. Atividades suspeitas de lavagem de dinheiro devem ser relatadas internamente ao responsável pela Prevenção à Lavagem de Dinheiro (“PLD” ou “AML”, na sigla em inglês) do Compliance (AML Compliance Officer).

Colaboradores devem sempre empregar o princípio do “conheça seu cliente” (“KYC”, na sigla em inglês). Você deve acompanhar os procedimentos de abertura de conta na sua área de negócios que exijam o fornecimento de informações para que o banco possa ter registros de com quem faz negócios. A identificação correta do cliente deve ser feita antes de iniciar uma relação financeira. Colaboradores devem esclarecer o histórico econômico e propósito de qualquer transação onde a estruturação e/ou valor pareçam estranhos em relação ao cliente, banco ou subsidiária em questão. 

Os Colaboradores  e os Terceiros são proibidos de oferecer / dar/ receber qualquer suborno, incentivos explícitos, tratamento preferencial ou outra consideração semelhante a agentes / entidades públicos ou privados em troca de realizar ou prometer realizar atos ilegais ou impróprios para atrair negócios ou para qualquer outro motivo.

Fonte: FCPA, Bribery Act, Brazilian Federal Law N. 12.846, of August 1, 2013 e normas relacionadas.


Presentes, doações e eventos

No grupo BTG Pactual presents, doações e os convites para eventos recebidos ou oferecidos pelos colaboradores são monitorados e aprovados pelo departamento de Compliance, sempre seguindo as regras internas.

Presentes relacionados ao oferecimento ou recebimento de bens (exceto dinheiro em espécie, dado sua proibição) e serviços de/para contrapartes diretas ou indiretas. Presentes relacionados ao âmbito de trabalho estão submetidos ao Valor Máximo Estabelecido de USD 100 / por receptor / por ano.  

  • Presentes acima do Máximo Valor Estabelecido deverão ser pré-aprovados pela Área de Compliance e pelo head da respectiva Área.
  • A Área de Compliance todos os presentes oferecidos ou recebidos (até mesmo aqueles abaixo do Valor Máximo Estipulado) deverão ser informados à Área de Compliance, exceto:
  • Presentes Institucionais-padrão oferecidos pelo Departamento de Marketing do BTG Pactual.
  • Presentes com valor abaixo de USD 15 ou valor equivalente, haja vista serem considerados ”imateriais” e, por consequência, não precisam ser controlados pela Área de Compliance.

Entretenimento - os limites por indivíduo, por local e por evento serão estabelecidos localmente seguindo as melhores práticas de mercado.

Convites a Eventos de negócios/trabalho são analisados caso a caso e devem ser aprovados pelo Chief Compliance Officer.

Doações Institucionais devem ser autorizadas pelo Senior Management e por AML Compliance.

A aplicação de leis específicas pode ser observada quando há Servidores Públicos beneficiados/ envolvidos; nesse caso, a aplicação das diretrizes legais e regulamentares a que está sujeito o respectivo Funcionário Público é mandamental/obrigatória.


Armazenamento de informações

A informação é um dos ativos mais importantes do Banco e, como tal, deve ser garantida e protegida de acesso ou perda não autorizado. Assegurar a qualidade da informação dos registros aumenta a segurança e a qualidade dos processos de negócios e reduz os danos de risco.

Isso se relaciona com todas as formas de informações registrados, independentemente do meio específico de informação, que são recebidos, criados e usados no curso de fazer negócios. Os princípios de gerenciamento de registros aplicam-se a todos os registros durante todas as fases do ciclo de vida, independentemente de serem ou não arquivados.

Todos os registros relacionados a negócios recebidos ou criados pelos colaboradores são propriedade do BTG Pactual. Deve ser possível verificar o originador e a fonte dos registros e o momento de uma transação ou comunicação. Os registros devem estar disponíveis durante o tempo que for exigido legalmente; Em outras palavras, deve ser possível procurar, encontrar, exibir, entender e interpretar registros em seu próprio contexto comercial. Os registros devem ter integridade; Seu conteúdo e contexto devem ser preservados ilesos. Os registros devem ser protegidos contra acesso, uso, modificação ou destruição não autorizados. Os registros devem ser confiáveis; Eles devem refletir os processos comerciais corretamente e de forma completa. Os registros confidenciais e / ou de propriedade do BTG Pactual (ou seja: todos os dados recebidos e / ou produzidos pelo BTG Pactual) não podem ser removidos do ambiente lógico e / ou físico do BTG Pactual sem aprovação formal do Data Owner e do departamento de Compliance, de modo a garantir a observação de nossas políticas internas e leis e regulamentos aplicáveis.


Conflitos de interesses

No grupo BTG Pactual, identificamos e evitamos, ou gerenciamos, conflitos de interesse, sempre usando a máxima transparência. Em geral, nossos clientes têm prioridade sobre o BTG Pactual e o BTG Pactual tem prioridade sobre os seus colaboradores.

Treinamentos

Dentre os tópicos mais importantes do nosso Programa de Integridade, destacam-se a educação e o treinamento sobre nossas políticas e procedimentos. Todos os novos funcionários têm que participar do "New Hire Training" e todos os colaboradores devem participar do treinamento de anual de Compliance. O treinamento, oferecido em uma plataforma de e-learning e pessoalmente, apresenta as principais políticas e procedimentos de Compliance, Código de Ética, Manual de Compliance, AML, Anti-Suborno  e anti-corrupção e recentes questões e desenvolvimentos regulatórios. 

Sustainability

Nossa abordagem à sustentabilidade é baseada em uma compreensão de nossa responsabilidade para com nossos parceiros, nossos funcionários, a sociedade e o meio ambiente como um provedor de serviços financeiros. Completamente alinhado com os nossos Princípios de Negócios, a nossa Política Socioambiental e de Governança Corporativa ("ESG") reflete nossa ambição de longo prazo e compromisso incondicional com desenvolvimento responsável e sustentável. Nós operamos sob um foco consistente nas implicações e resultados de nossas ações a longo prazo, dando prioridade a esses benefícios a longo prazo, em vez de ganhos de curto prazo, buscando sempre riscos e oportunidades de ESG. Acreditamos que práticas comerciais sólidas e responsabilidade corporativa são drivers a longo prazo que devem ser aplicados diariamente para gerar valor para o acionista através do crescimento sustentável, fluxos de receita recorrentes atraentes e negócios perenes.


Códigos e Princípios que aderimos


B3

Código de Ética BM&FBovespa

Código de Conduta BM&Fbovespa 


FEBRABAN

Código de Autorregulação Bancária

Manual de Conformidade com a Legislação Concorrencial 


ANBIMA

Diversos códigos / selos de qualidade 


ONU

PRI 

Global Compact 


TIMBER

FSC


APIMEC

Código do Analista


Conselho de Administração

O Conselho de Administração, sem prejuízo das demais competências atribuídas por lei, é responsável por eleger e destituir diretores e fixar-lhes as atribuições e fiscalizar a gestão.

Diretorias

As diretorias respondem pela administração e gestão dos negócios. A elas cabem deliberar sobre quaisquer matérias relacionadas à organização. Entre as suas atribuições estão as de adquirir, alienar, e gravar bens móveis e imóveis, contrair obrigações, assinar contratos, além de, transigir e renunciar a direitos, ressalvados os atos que dependem de autorização do Conselho de Administração ou da Assembleia Geral.

  • Marcelo Kalim

    Chairman do BTG Pactual

    Saiba mais
  • Roberto Sallouti

    CEO do BTG Pactual

    Saiba mais
  • Cláudio Eugênio Stiller Galeazzi

    Membro do Conselho de Administração

    Saiba mais
  • Guillermo Ortiz Martínez*

    Presidente do Conselho de Administração da BTG Pactual Casa de Bolsa México

    Saiba mais
  • John Huw Gwili Jenkins

    Membro do Conselho de Administração

    Saiba mais
  • Nelson Azevedo Jobim

    responsável por Relações Institucionais e Políticas de Compliance

    Saiba mais

Marcelo Kalim

Chairman do BTG Pactual


Marcelo Kalim é Presidente do Conselho de Administração do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Marcelo Kalim ingressou no Banco Pactual em 1996 e tornou-se sócio em 1998. Foi diretor responsável por investimentos do Pactual até 2008, quando deixou a instituição para fundar o BTG. Assumiu, então, o cargo de Chief Financial Officer (CFO).

Formado em Economia pela Universidade de São Paulo, fez MBA na Sloan School of Management no MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Roberto Sallouti

CEO do BTG Pactual


Roberto Sallouti é CEO e membro do Conselho de Administração do BTG Pactual. Ingressou no Banco em 1994 e tornou-se sócio em 1998. Ao longo da sua carreira, foi responsável pelas áreas de renda fixa local e internacional, antes de tornar-se COO (Chief Operating Officer) em 2008.  Em 2015, passou a ser CEO do Banco. É membro dos Conselhos da Febraban, do Mercado Livre, do Banco Pan e bacharel em Economia, com especialização em Finanças e Marketing pela University of Pennsylvania, Wharton School.


Cláudio Eugênio Stiller Galeazzi

Membro do Conselho de Administração


Claudio Galeazzi é membro do Conselho de Administração do BTG Pactual.

Galeazzi desenvolveu uma sólida carreira em consultoria, reestruturação, recuperação, gestão interina e gestão de diversas empresas na economia real. Foi sênior em diversas empresas, como a Commercial VP of British Petroleum - empresa de mineração no Brasil, além de ter sido CEO das empresas: Cia. Estanifera do Brasil (CESBRA), Vila Romana e VR, Laticineos MOCOCA, ARTEX, LOJAS AMERICANAS, SENDAS, CBD (Grupo Pão de Açúcar) e CEO da CECRISA, além de ter fundado a empresa Galeazzi Associados.

Sr. Galeazzi é Certified Public Accountant. Ele atuou como presidente do Conselho Nacional do SESI, Diretor do Instituto Euvaldo Lodi, Diretor da FIESP (Federação das Indústrias de SP), vice-presidente da ANFAC (Associação Nacional de Factoring de) e atualmente é diretor do MAM (Museu de Arte Moderna de SP).

Guillermo Ortiz Martínez*

Presidente do Conselho de Administração da BTG Pactual Casa de Bolsa México


Guillermo Ortiz Martínez formou-se bacharel em economia na Universidad Nacional Autónoma de México e tem Mestrado e Doutorado em economia na Universidade de Stanford. Atualmente, ocupa o cargo de Presidente do Conselho de Administração da BTG Pactual Casa de Bolsa México, além de fazer parte Conselho da Weatherford International (uma grande empresa petrolífera e de equipamentos baseada em Genebra) e de diversas empresas mexicanas (incluindo Mexichem, ASUR, Grupo Comercial Chedraui e VITRO). Desempenhou importantes cargos, como Diretor Executivo no Fundo Monetário Internacional (FMI) entre 1984 e 1988, além de Presidente do Banco do México entre 1998 e 2009.

John Huw Gwili Jenkins

Membro do Conselho de Administração


John Huw Gwili Jenkins é vice Chairman e membro do Conselho de Administração do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório de Londres.

Jenkins ingressou na BTG como sócio em 2008. Antes da BTG, foi Chairman e Chief Executive Officer do UBS. Foi também responsável pela plataforma global de Equities e pelas áreas de Equities das Américas e da Ásia. Antes de ingressar no UBS, Jenkins trabalhou na BZW Investment Management e na Samuel Hill. Passou a maior parte de sua carreira na Ásia e nos Estados Unidos.

Jenkins é bacharel em Sociologia e Psicologia na Universidade de Liverpool, obteve seu MBA na London Business School onde participou recentemente do Programa Executives in Residence.

Nelson Azevedo Jobim

responsável por Relações Institucionais e Políticas de Compliance


Nelson Azevedo Jobim graduou-se em 1968 como Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ocupou os cargos de membro e Presidente do Supremo Tribunal Federal de 1997 a 2006, Ministro da Justiça, Ministro da Defesa, Presidente do Conselho Nacional de Justiça e de Ministro e Presidente do Tribunal Superior Eleitoral. O Sr. Jobim atuou como advogado de 1969 a 1994; de 2006 a 2007; e de 2011 até 2016.

*Alguns membros ainda não assumiram oficialmente seus cargos no Conselho do Banco BTG Pactual e só poderão fazê-lo após confirmação do Banco Central de acordo com os procedimentos previstos na legislação brasileira, observando os procedimentos formais de nomeação.

  • Marcelo Kalim

    Chairman do BTG Pactual

    Saiba mais
  • Roberto Sallouti

    CEO do BTG Pactual

    Saiba mais
  • André Fernandes Lopes Dias

    Diretor estatutário e Chief Risk Officer

    Saiba mais
  • Antonio Carlos Canto Porto Filho

    Chairman do Wealth Management

    Saiba mais
  • Bruno Duque Horta Nogueira

    Diretor estatutário e responsável pelo Departamento Jurídico

    Saiba mais
  • Eduardo Henrique de Mello Motta Loyo

    Diretor estatutário e Economista Chefe

    Saiba mais
  • Guilherme da Costa Paes

    Diretor estatutário e co-responsável / pela área de Investment Banking

    Saiba mais
  • Iuri Rapoport

    Diretor Estatuário

    Saiba mais
  • João Marcello Dantas Leite

    Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores

    Saiba mais
  • Mariana Botelho Ramalho Cardoso

    Diretora estatutária e responsável / pela Administração de Fundos

    Saiba mais
  • Oswaldo de Assis Filho

    Diretor Estatutário

    Saiba mais
  • Renato Monteiro dos Santos

    Responsável pela área de FICC

    Saiba mais
  • Rogério Pessoa Cavalcanti de Albuquerque

    Diretor estatutário e co-responsável pelo / Wealth Management

    Saiba mais

Marcelo Kalim

Chairman do BTG Pactual


Marcelo Kalim é Presidente do Conselho de Administração do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Marcelo Kalim ingressou no Banco Pactual em 1996 e tornou-se sócio em 1998. Foi diretor responsável por investimentos do Pactual até 2008, quando deixou a instituição para fundar o BTG. Assumiu, então, o cargo de Chief Financial Officer (CFO).

Formado em Economia pela Universidade de São Paulo, fez MBA na Sloan School of Management no MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Roberto Sallouti

CEO do BTG Pactual


Roberto Sallouti é CEO e membro do Conselho de Administração do BTG Pactual. Ingressou no Banco em 1994 e tornou-se sócio em 1998. Ao longo da sua carreira, foi responsável pelas áreas de renda fixa local e internacional, antes de tornar-se COO (Chief Operating Officer) em 2008.  Em 2015, passou a ser CEO do Banco. É membro dos Conselhos da Febraban, do Mercado Livre, do Banco Pan e bacharel em Economia, com especialização em Finanças e Marketing pela University of Pennsylvania, Wharton School.


André Fernandes Lopes Dias

Diretor estatutário e Chief Risk Officer


André Fernandes Lopes Dias é diretor estatutário e Chief Risk Officer do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório de São Paulo.

Fernandes ingressou no Pactual em 1997 e tornou-se sócio em 2004, quando assumiu a responsabilidade pelo Controle de Risco de Crédito. Entre 2006 e 2009, foi Diretor Executivo do UBS Pactual atuando na mesma função. Antes de ingressar no Pactual, trabalhou como auditor na KPMG.

Fernandes é bacharel em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Antonio Carlos Canto Porto Filho

Chairman do Wealth Management


Antônio Carlos Canto Porto Filho é Chairman do Wealth Management do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório de São Paulo.

Porto ingressou como sócio no Pactual em 1997. Foi Diretor Executivo do Private Banking e membro do seu Comitê Executivo. Saiu do UBS Pactual em 2008 para se juntar à BTG. Antes do Pactual, Porto trabalhou por 28 anos no Banco de Crédito Nacional, onde foi Vice-Presidente responsável pelas áreas de Finanças, Leasing, Seguros, Setor Imobiliário, Jurídico e Marketing.

Bruno Duque Horta Nogueira

Diretor estatutário e responsável pelo Departamento Jurídico


Bruno Duque Horta Nogueira é responsável pelo Departamento Jurídico do BTG Pactual na América Latina. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Duque ingressou no Pactual em 2000 e tornou-se sócio em 2009. Iniciou sua carreira na Eletropaulo, trabalhando também no Grupo Rede e na Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL, além de ter atuado como Assessor Especial da Secretaria de Energia do Ministério de Minas e Energia no desenvolvimento do Plano de Racionamento de Energia do Governo Federal em 2001.

Duque é advogado com especialização de direito empresarial formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco - Universidade de São Paulo (USP).

Eduardo Henrique de Mello Motta Loyo

Diretor estatutário e Economista Chefe


Eduardo Loyo é diretor estatutário e Economista Chefe do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório do Rio de Janeiro.

Loyo ingressou no UBS Pactual em 2007 e tornou-se sócio em 2009. Foi Diretor Executivo do IMF e Diretor do Banco Central do Brasil.

Loyo obteve seu Ph.D. em economia pela Universidade de Princeton, tendo obtido seu mestrado e bacharelado em economia pela PUC-Rio. Foi também professor do Departamento de Economia da PUC-Rio e da Kennedy School of Government, Universidade de Harvard, e professor visitante na Universidade de Columbia e no INSEAD.

Guilherme da Costa Paes

Diretor estatutário e co-responsável / pela área de Investment Banking


Guilherme da Costa Paes é Diretor estatutário e responsável pela área de Investment Banking do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório de São Paulo.

Paes ingressou no Pactual em 1994 e tornou-se sócio em 1998. No UBS Pactual foi Diretor Executivo de Investment Banking dos setores de Infraestrutura, Óleo e gás, Setor imobiliário e Varejo, participando em projetos de Fusões, Aquisições e Mercado de capitais (ações e dívida). Antes do BTG Pactual, foi analista de de Equities do Chase Manhattan Bank.

Paes obteve MBA com ênfase em Finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC).

Iuri Rapoport

Diretor Estatuário


Iuri Rapoport é diretor estatutário do BTG Pactual, tendo como base nosso escritório de São Paulo. Rapoport ingressou no Pactual em 1995 e tornou-se sócio em 2001. Tornou-se corresponsável do Departamento Jurídico em 1999 e foi General Counsel entre 2003 e 2009. Foi Diretor estatutário responsável por questões estratégicas entre 2008 e 2011, quando deixou o BTG Pactual para assumir o cargo de Chief Operating Officer no Banco Panamericano.

Em fevereiro de 2014 retornou ao BTG Pactual como Diretor estatutário para atuar na área de assuntos operacionais e estratégicos ligados ao Senior Management. Rapoport é bacharel em Direito (com especialização em Direito Empresarial) pela Universidade de São Paulo (USP) e obteve seu LLM (Master of Laws - International Finance) pela Kings College- London University.

João Marcello Dantas Leite

Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores


João Marcello Dantas Leite é diretor estatutário, Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório do Rio de Janeiro.

Dantas ingressou no Pactual em 1993 e tornou-se sócio em 2001. Antes de ingressar no BTG Pactual, trabalhou na área de Consultoria Tributária na Arthur Andersen.

Dantas é bacharel em Economia pela Universidade Cândido Mendes e ex-membro do conselho de administração da Anbima.

Mariana Botelho Ramalho Cardoso

Diretora estatutária e responsável / pela Administração de Fundos


Mariana Cardoso é CCO, diretora estatutária e responsável pela Administração de Fundos do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Cardoso ingressou no Pactual em 1996 e tornou-se sócia em 2006. Passou sua carreira trabalhando na indústria de fundos de investimentos e tem mais de 16 anos de experiência.

Cardoso é bacharel em economia pela UFRJ.

Oswaldo de Assis Filho

Diretor Estatutário


Oswaldo Assis é diretor estatutário do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Assis ingressou no Pactual em 1998 como sócio. Foi Vice Chairman do UBS Pactual. Antes do Pactual, foi Diretor do Banco Mercantil de São Paulo, sócio da Planibanc e da Convenção Corretora de Valores. Também foi Vice-Presidente do Banco Itamarati, Vice-Presidente do Banco de Crédito Nacional (BCN) e Diretor da Confederação Nacional das Instituições Financeiras-CNF.

Assis é Mestre em Economia pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (USP) e bacharel em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA). Foi professor assistente da Faculdade de Economia e Administração da Universidade São Paulo. Hoje é Vice- Presidente da Confederação Nacional das Instituições Financeiras-CNF e é também diretor executivo da Febraban.

Renato Monteiro dos Santos

Responsável pela área de FICC


Renato Monteiro dos Santos é responsável pela área de FICC do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório de São Paulo.

Santos ingressou no Pactual em 1997 e tornou-se sócio em 2001. Iniciou sua carreira no Pactual na mesa de Renda Fixa.

Santos é bacharel em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGVSP) e em economia pela Universidade de São Paulo (USP).

Rogério Pessoa Cavalcanti de Albuquerque

Diretor estatutário e co-responsável pelo / Wealth Management


Rogério Pessoa Cavalcanti de Albuquerque é diretor estatutário e responsável pelo Wealth Management do Banco BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório do Rio de Janeiro.

Pessoa ingressou no Pactual em 1998 e tornou-se sócio em 2004. Trabalhou como co-responsável e responsável de Wealth Management desde 2004. Antes do Pactual, foi Vice Presidente do Private Banking do Delta Bank e corretor na divisão Internacional de Clientes da Prudential Securities.

Pessoa é bacharel em Economia pela Universidade Católica do Rio de Janeiro e obteve seu MBA pela Universidade de Illinois.

  • Allan Hadid

    COO da Asset Management

    Saiba mais
  • Ana Cristina Ferreira da Costa

    Diretora Estatutária / e responsável pela Administração de Fundos

    Saiba mais
  • Bruno Duque Horta Nogueira

    Diretor estatutário e responsável pelo Departamento Jurídico

    Saiba mais
  • João Marcello Dantas Leite

    Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores

    Saiba mais
  • Mariana Botelho Ramalho Cardoso

    Diretora estatutária e responsável / pela Administração de Fundos

    Saiba mais

Allan Hadid

COO da Asset Management


Allan Hadid é diretor estatutário e ocupa o cargo de COO (Chief Operations Officer) da área de Global Asset Management. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Allan Hadid ingressou no BTG Pactual como sócio em 2014. Iniciou sua carreira em 1995 no Oportunity Asset Management, tendo trabalhado também na Radix Asset Management. De 1998 até 2006 ocupou o cargo de CIO (Chief Invesment Officer) na Matrix Investimentos, tendo, posteriormente, se tornado CFO (Chief Financial Officer) na GP Investments e CEO (Chief Executive Officer) na BRZ Investimentos.

Allan Hadid é graduado em ciências econômicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Ana Cristina Ferreira da Costa

Diretora Estatutária / e responsável pela Administração de Fundos


Ana Cristina é diretora Estatutária e responsável pela Administração de Fundos do BTG Pactual, tendo como base nosso escritório do Rio de Janeiro.

Ana Cristina ingressou no Pactual em 1997 e tornou-se sócia em 2009. Trabalhou como responsável por Compliance e Operations da corretora do Pactual em Nova Iorque em 2002 e 2003 e depois como responsável de Operações Internacionais de 2004 a 2007. Atuou como Latam Prime Brokerage Sales em 2007 até ingressar a área de Administração de Fundos em 2008.

Ana Cristina é bacharel em engenharia eletrônica com ênfase em produção pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ).

Bruno Duque Horta Nogueira

Diretor estatutário e responsável pelo Departamento Jurídico


Bruno Duque Horta Nogueira é responsável pelo Departamento Jurídico do BTG Pactual na América Latina. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Duque ingressou no Pactual em 2000 e tornou-se sócio em 2009. Iniciou sua carreira na Eletropaulo, trabalhando também no Grupo Rede e na Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL, além de ter atuado como Assessor Especial da Secretaria de Energia do Ministério de Minas e Energia no desenvolvimento do Plano de Racionamento de Energia do Governo Federal em 2001.

Duque é advogado com especialização de direito empresarial formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco - Universidade de São Paulo (USP).

João Marcello Dantas Leite

Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores


João Marcello Dantas Leite é diretor estatutário, Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório do Rio de Janeiro.

Dantas ingressou no Pactual em 1993 e tornou-se sócio em 2001. Antes de ingressar no BTG Pactual, trabalhou na área de Consultoria Tributária na Arthur Andersen.

Dantas é bacharel em Economia pela Universidade Cândido Mendes e ex-membro do conselho de administração da Anbima.

Mariana Botelho Ramalho Cardoso

Diretora estatutária e responsável / pela Administração de Fundos


Mariana Cardoso é CCO, diretora estatutária e responsável pela Administração de Fundos do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Cardoso ingressou no Pactual em 1996 e tornou-se sócia em 2006. Passou sua carreira trabalhando na indústria de fundos de investimentos e tem mais de 16 anos de experiência.

Cardoso é bacharel em economia pela UFRJ.

  • Bruno Duque Horta Nogueira

    Diretor estatutário e responsável pelo Departamento Jurídico

    Saiba mais
  • José Zitelmann Falcão Vieira

    Diretor Estatutário e responsável pela área de Equities da Asset Management

    Saiba mais
  • João Marcello Dantas Leite

    Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores

    Saiba mais
  • Mariana Botelho Ramalho Cardoso

    Diretora estatutária e responsável / pela Administração de Fundos

    Saiba mais

Bruno Duque Horta Nogueira

Diretor estatutário e responsável pelo Departamento Jurídico


Bruno Duque Horta Nogueira é responsável pelo Departamento Jurídico do BTG Pactual na América Latina. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Duque ingressou no Pactual em 2000 e tornou-se sócio em 2009. Iniciou sua carreira na Eletropaulo, trabalhando também no Grupo Rede e na Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL, além de ter atuado como Assessor Especial da Secretaria de Energia do Ministério de Minas e Energia no desenvolvimento do Plano de Racionamento de Energia do Governo Federal em 2001.

Duque é advogado com especialização de direito empresarial formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco - Universidade de São Paulo (USP).

José Zitelmann Falcão Vieira

Diretor Estatutário e responsável pela área de Equities da Asset Management


José Zitelmann é diretor Estatutário, Head da Asset Management na América Latina e responsável pela área de Equities do Asset Management do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório do Rio de Janeiro.

Zitelmann ingressou no Pactual em 1998 e tornou-se sócio em 2004. Depois de um ano trabalhando em Finanças Corporativas foi para o Asset Management onde tornou-se responsável pela mesa de Ações Proprietárias da America Latina. No UBS Pactual foi membro do Conselho de Administração.

Zitelmann é bacharel em Administração de Empresas pela EASP/FGV.

João Marcello Dantas Leite

Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores


João Marcello Dantas Leite é diretor estatutário, Investor Relations Officer e responsável pelas áreas de Finanças, Tributos e Relações com Investidores do BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório do Rio de Janeiro.

Dantas ingressou no Pactual em 1993 e tornou-se sócio em 2001. Antes de ingressar no BTG Pactual, trabalhou na área de Consultoria Tributária na Arthur Andersen.

Dantas é bacharel em Economia pela Universidade Cândido Mendes e ex-membro do conselho de administração da Anbima.

Mariana Botelho Ramalho Cardoso

Diretora estatutária e responsável / pela Administração de Fundos


Mariana Cardoso é CCO, diretora estatutária e responsável pela Administração de Fundos do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Cardoso ingressou no Pactual em 1996 e tornou-se sócia em 2006. Passou sua carreira trabalhando na indústria de fundos de investimentos e tem mais de 16 anos de experiência.

Cardoso é bacharel em economia pela UFRJ.

  • Guilherme Loos Martins

    Head de Equity Sales

    Saiba mais
  • Leandro Torres

    Head de Sales & Trading (BM&F)

    Saiba mais
  • Ricardo Chamma Lutfalla

    Head de Equity and Etd Sales

    Saiba mais
  • Rodrigo dos Santos Goés

    CEO da América Latina e responsável pelas áreas de Equity Sales e Trading

    Saiba mais

Guilherme Loos Martins

Head de Equity Sales


Guilherme Loos Martins é Head de Equity Sales do Banco BTG Pactual. Trabalha em nosso escritório de São Paulo. 

Martins ingressou no Pactual em 2003 e tornou-se sócio em 2009. Antes de ingressas no Banco, passou pelo Banco Omega, na mesa de negociações de ações, como operador assistente, no BBA, como operador na mesa de vendas e negociações. Em março de 2008, Guilherme associou-se à equipe de pesquisa e vendas de ações, onde suas responsabilidades 

Guilherme é formado em Finanças, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e possui suas licenças Séries 7, Séries 55 e Séries 63. 


Leandro Torres

Head de Sales & Trading (BM&F)


Leandro Torres é responsável pela área de Sales and Trading de Mercado de Futuros e Derivativos da corretora BM&F do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Torres ingressou no BTG Pactual em 2009 como sócio. Antes do BTG Pactual trabalhou por 11 anos como Sócio-Diretor da corretora Link Investimentos, onde era responsável pelos mercados de Renda fixa e Cambio. Torres é membro das Câmaras Consultivas da BMF&Bovespa.

Ricardo Chamma Lutfalla

Head de Equity and Etd Sales


Ricardo Chamma Lutfalla é Head de Equity and Etd Sales. Trabalha em nosso escritório de São Paulo. 

Lutfalla ingressou no Pactual em 2001 e tornou-se sócio em 2006. Iniciou sua carreira em mercado de capitais em 1988, na Corretora Sistema atuando tanto na área de equities como na área de renda fixa até o ano de 94, quando foi para o banco Stock atuando como sócio na área de renda fixa e, posteriormente, como diretor responsável pela corretora de equities e futuros. Em 200, já no Pactual, fundou as corretoras de equities e futuros.

Ricardo é formado em administração de empresas pela FAAP.

Rodrigo dos Santos Goés

CEO da América Latina e responsável pelas áreas de Equity Sales e Trading


Rodrigo Goes é CEO da América Latina e responsável pelas áreas de Equity Sales e Trading do BTG Pactual. Trabalha no nosso escritório de São Paulo.

Goes ingressou no BTG Pactual em 2009 como sócio. Começou como co-responsável por Equity Research. Antes disso, trabalhou por 8 anos no UBS e no UBS Pactual como analista sênior dos setores de transporte e logística, onde ganhou a Institutional Investor Research Survey em varias ocasiões. Também trabalhou como analista de Research na Bear Stearns, Credit Suisse e Bozano Simonsen.

Goes é bacharel e tem mestrado em Engenharia pela University de Michigan (Ann Arbor, MI).